26
ago
2013

Conheça alguns dos marcos importantes para o empoderamento de jovens no Brasil e no mundo

juventude02

Conselho Nacional de Juventude – Conjuve

Criado em 2005, o Conselho tem entre suas atribuições a responsabilidade de elaborar, avaliar e monitorar as políticas públicas direcionadas à juventude, desenvolvendo estudos e pesquisas sobre a realidade socioeconômica dos jovens e promovendo o intercâmbio entre as organizações juvenis nacionais e internacionais. Cada vez mais se consolida como um Conselho de Políticas de Juventude. Desde que foi criado, o Conjuve reafirmou o seu protagonismo e garantiu várias conquistas para a juventude brasileira. A mais recente foi a aprovação do Estatuto Nacional da Juventude, depois de quase dez anos de tramitação no Congresso Nacional.

Continue lendo

Tags: , , , , , , ,
2.109 leitura(s) - [ leia mais ]
23
ago
2013

Inscrições para o curso sobre depoimento especial vão até 27 de agosto

imagem 23 de agostoA Childhood Brasil, em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), promove um curso sobre depoimento especial de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual. As aulas, ministradas inicialmente pelo Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Servidores do Poder Judiciário (CEAJud), são destinadas a servidores do Poder Judiciário que atuam na área da infância e juventude de todo o Brasil.

Continue lendo

Tags: , , , ,
1.203 leitura(s) - [ leia mais ]
21
ago
2013

Gestores municipais da Bahia se reúnem com instituições que atuam na proteção da infância

Com a proposta de discutir uma nova política de proteção à infância na região da Costa do Descobrimento da Bahia, as Childhood Brasil, em parceria com a as empresas Storaenso e Veracel e o Instituto Tribo Jovens se reuniu com as prefeituras dos municípios de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e Eunápolis no dias 13 e 14 de agosto. Os encontros envolveram gestores públicos, profissionais do sistema de garantia de direitos e representantes dos conselhos municipais e tutelares.

Continue lendo

1.330 leitura(s) - [ leia mais ]
19
ago
2013

Unicef chama população a se pronunciar contra a violência infantil

A violência contra meninas e meninos frequentemente não é vista, ouvida, ou denunciada. É por isso que o Unicef lançou recentemente uma iniciativa global que convoca cidadãos, legisladores e governos a se pronunciarem de forma mais contundente em relação à violência contra crianças e adolescentes.

Continue lendo

1.721 leitura(s) - [ leia mais ]
16
ago
2013

Governo lança canal de diálogo com a Juventude

Inspirado nas redes sociais, o governo federal lançou recentemente o Observatório Participativo da Juventude ou, simplesmente, Participatório. Ele é uma plataforma virtual interativa (http://participatorio.juventude.gov.br/) que pretende estimular a produção do conhecimento sobre e para a juventude, com foco em temas pertinentes à elaboração de políticas públicas relacionadas à juventude. O objetivo é articular a produção de conhecimento em rede, promover a participação em ambientes virtuais e mobilizar a juventude em torno de temas que já estejam sendo debatidos em outros espaços.

Continue lendo

1.651 leitura(s) - [ leia mais ]
14
ago
2013

Dia Internacional da Juventude: uma data para celebrar as “juventudes” do nosso país

Foi comemorado nesta semana, no dia 12 de Agosto, o Dia Internacional da Juventude. A data, instituída em 1999 pela Assembleia Geral da ONU como resultado da Conferência Mundial dos Ministros Responsáveis pelos Jovens, é uma importante ocasião para dar visibilidade aos problemas enfrentados por jovens em todo mundo e para estimular toda a sociedade a se engajar pela construção de um futuro melhor para esses jovens. No Brasil, o número de pessoas consideradas jovens é o maior já registrado: são 51 milhões de brasileiros e brasileiras com idades entre 15 e 29 anos.

Continue lendo

2.015 leitura(s) - [ leia mais ]
As ideias e opiniões expressas neste blog não refletem necessariamente a opinião da Childhood Brasil. Reservamos o direito de não publicar comentários de conteúdo discriminatório, que incitem qualquer tipo de violência, que não estejam relacionados ao tema foco do blog - proteção da infância contra o abuso e a exploração sexual, ou de caráter duvidoso.