2
set
2011

Cultura do machismo no Brasil contribui para a violência sexual infantojuvenil

“Na infância que deveria ser de brincadeiras, uma invasão traz dores mais profundas do que se imagina: medo e trauma. Na adolescência que guardava sonhos para o futuro: tristeza e decepção. De quem se esperava proteção: violência e frustração”.

Esta foi a abertura do Programa ETC da TV Aparecida exibido no dia 25 de julho, sobre o abuso sexual de crianças e adolescentes. Em entrevista ao vivo, o Coordenador de Programas da Childhood Brasil, Itamar Batista Gonçalves, ressaltou que a cultura do machismo, entre outros fatores sociais e econômicos, é um dos fatores que colaboram para o grande número de casos de abuso sexual infantojuvenil no país. Ele ressalta que, ainda hoje, existem leilões de garotas virgens, muitos dos quais promovidos por autoridades, como prefeitos e juízes.

Itamar cita o caso de uma mulher de 43 anos, que atualmente trabalha no enfrentamento à violência sexual infantojuvenil. Ela foi abusada dos seis aos 16 anos, quando adotada por uma família para fazer sozinha todo o trabalho doméstico. Além de apanhar dos irmãos e do pai adotivo, ela era violentada sexualmente por ele. Itamar comenta que, em muitas regiões do País, o pai ainda acredita que tem posse da filha e deve ser o primeiro a ter relações com ela. Ele lembra que, há algumas décadas, as mulheres casavam-se antes dos 14 anos e, muitas vezes, não se respeitava nem o fato de a menina não ter tido ainda a primeira menstruação. “É nossa responsabilidade como adultos, promover o desenvolvimento da criança, garantindo os seus direitos”, afirma.

Continue lendo

Tags: , , , , , , , ,
6.561 leitura(s) - [ leia mais ]
1
set
2011

Site da Childhood comemora um ano com 82 mil visitas

Lançado em 16 de agosto de 2010, o website da Childhood Brasil celebra seu 1º aniversário este mês, com 82 mil acessos de 64,8 mil internautas.

De fevereiro para cá, além da home, as cinco páginas mais visualizadas foram “Quem somos” (4.879); “Programas” (4.556); “Como agir” (3.224); Seções “Entenda a questão” (2.766) e “Navegar com segurança” (2.656).

Neste período, 51,1% dos acessos vieram por pesquisas realizadas em ferramentas de busca como o Google; 27,8% por meio de cliques em links divulgados em toda a internet e 21,1% de pessoas que acessam diretamente o site. O tempo médio de permanência foi de 2:23 minutos, por outro lado, os usuários mais fiéis ficam quase 7 minutos a cada visita.

Continue lendo

Tags: , , , , , ,
1.752 leitura(s) - [ leia mais ]
30
ago
2011

Childhood e Atlantica lançam edital de seleção de projetos contra a violência sexual infantojuvenil no Amazonas e no Pará

Desde 2005, a Childhood Brasil e a Atlantica Hotels, maior administradora de hotéis de capital privado da América do Sul, trabalham em aliança com o objetivo de prevenir a exploração sexual de crianças e adolescentes e promover o turismo sustentável.

Hoje, em iniciativa inédita no âmbito da parceria, Childhood e Atlantica lançam o EDITAL DE APOIO A PROJETOS PARA PROTEÇÃO DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA CONTRA A VIOLÊNCIA SEXUAL NA REGIÃO NORTE. O objetivo é ampliar o número de projetos de proteção de crianças e adolescentes contra o abuso e a exploração sexual no Amazonas e no Pará, Estados que concentram atualmente 5 (cinco) hotéis da rede Atlantica.
Continue lendo

Tags: , , , , , ,
1.816 leitura(s) - [ leia mais ]
29
ago
2011

Polícia Rodoviária recebe denúncias de violência sexual pelo 191 e Disque 100

Cresce o número de denúncias de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Em entrevista ao programa Globo Estrada, uma parceria com a Childhood Brasil, o inspetor Esdras Almeida de Paula Ribeiro, chefe do Núcleo de Policiamento Especializado da Polícia Rodoviária Federal, diz que a cada ano são reforçadas as operações, devido ao maior número de pontos vulneráveis.

“O aumento de casos pode ser tanto devido ao crescimento da exploração sexual de crianças e adolescentes, quanto pela maior conscientização”, afirma. “Quando as pessoas percebem uma polícia mais atuante, elas são estimuladas a denunciar mais”, diz o inspetor.

Continue lendo

Tags: , , , , , ,
2.582 leitura(s) - [ leia mais ]
26
ago
2011

“Tenho medo que meu padrasto abuse também da minha filha”

Maria Silvério (nome fictício para preservar a identidade), de 32 nos, guardou durante muitos anos em segredo, que havia sido molestada sexualmente pelo padrasto dos oito aos 13 anos. Só teve coragem de desabafar com a mãe quando estava grávida. Como vigilante noturna, ela cuida da segurança das pessoas, mas tem medo de não conseguir proteger a própria filha.

Até hoje, em sua família, todos fazem de conta que nada aconteceu. Ela conta que antes de ser molestada pelo padrasto, foi abusada também pelo tio e que o mesmo ocorreu com a sua irmã de criação e sua prima. A cena, inclusive, foi presenciada por ela e pelo irmão. Ela tem dificuldade para recordar a idade exata, devido ao trauma, mas afirma que todos não tinham ainda completado oito anos.

Continue lendo

Tags: , , , , , , ,
4.269 leitura(s) - [ leia mais ]
24
ago
2011

Vídeo mostra ações da Childhood Brasil em Pernambuco

“Meu pai não aceitava ter um filho negro e me espancava por causa disso”, conta um dos garotos do vídeo gravado pela jornalista norte-americana Katie Manning, que mostra um pouco do trabalho realizado pela Childhood Brasil em Pernambuco. Em março deste ano, ela visitou o Recife, para gravar os depoimentos com coordenadores e jovens beneficiados por iniciativas da ONG.

Katie conta que foi um privilégio entrevistar jovens no Brasil e conhecer um pouco das ações da Childhood Brasil para quebrar o ciclo de violência por meio da educação. Antes de ver os projetos da organização, ela pensava que já era consenso que o abuso e a exploração sexual são errados.“A Childhood Brasil abriu meus olhos para o predomínio do problema em diferentes partes do Brasil, combinados com a falta de educação e assistência”, afirma. “Os projetos lutam para mudar a realidade destes jovens determinados e motivados, em um trabalho que também alcança as famílias”, conta Katie.

Continue lendo

Tags: , , , , , , , , ,
1.961 leitura(s) - [ leia mais ]
As ideias e opiniões expressas neste blog não refletem necessariamente a opinião da Childhood Brasil. Reservamos o direito de não publicar comentários de conteúdo discriminatório, que incitem qualquer tipo de violência, que não estejam relacionados ao tema foco do blog - proteção da infância contra o abuso e a exploração sexual, ou de caráter duvidoso.