23
ago
2011

Santa Fé terá café da manhã beneficente em Moema

Há 18 anos, a Associação Beneficente Santa Fé desenvolve um trabalho de atendimento e acolhimento a meninos e meninas vítimas de maus tratos, abandono, violência sexual, sem vínculo familiar ou com vínculos muito tênues.

Para tanto, conta com o apoio de pessoas físicas e organizações, incluindo a Childhood Brasil.

No próximo domingo, dia 28 de agosto, acontecerá um café da manhã no bairro de Moema, São Paulo, cuja renda será totalmente revertida em prol da Santa Fé.

Abaixo, mais informações sobre o café da manhã. Para saber mais sobre o trabalho desenvolvido pela instituição, acesse o site www.santafe.org.br.

Tags: , , , , , ,
1.873 leitura(s) - [ leia mais ]
22
ago
2011

Childhood e Atlantica lançam edital de seleção de projetos contra a violência sexual infantojuvenil no Amazonas e no Pará

Desde 2005, a Childhood Brasil e a Atlantica Hotels, maior administradora de hotéis de capital privado da América do Sul, trabalham em aliança com o objetivo de prevenir a exploração sexual de crianças e adolescentes e promover o turismo sustentável.

Hoje, em iniciativa inédita no âmbito da parceria, Childhood e Atlantica lançam o EDITAL DE APOIO A PROJETOS PARA PROTEÇÃO DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA CONTRA A VIOLÊNCIA SEXUAL NA REGIÃO NORTE. O objetivo é ampliar o número de projetos de proteção de crianças e adolescentes contra o abuso e a exploração sexual no Amazonas e no Pará, Estados que concentram atualmente 5 (cinco) hotéis da rede Atlantica. Continue lendo

Tags: , , , , , ,
2.129 leitura(s) - [ leia mais ]
19
ago
2011

Leilão da Travelweek arrecada R$ 291 mil para a Childhood Brasil

Realizada em abril deste ano na Bienal do Ibirapuera, em São Paulo, a Travelweek, primeira exposição de produtos e serviços da indústria do turismo de luxo, arrecadou R$ 291 mil para iniciativas da Childhood Brasil na prevenção e enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Trezentas mulheres, entre executivas, formadoras e opinião e consumidoras do mercado de luxo participaram do leilão beneficente, que, realizado na abertura da exposição, ofereceu hospedagens, vôos, cruzeiros e outros produtos e serviços altamente diferenciados.

Assista ao vídeo do evento no Vimeo.

Carolina Perez, idealizadora da Travelweek, já confirmou as datas da exposição em 2012: será de 10 a 13 de abril, com novo leilão em benefício da Childhood.

Tags: , , , , ,
1.685 leitura(s) - [ leia mais ]
17
ago
2011

Vídeo mostra ações da Childhood Brasil em Recife

“Meu pai não aceitava ter um filho negro e me espancava por causa disso” e “Muitas pessoas não têm consciência da violência doméstica” são alguns dos depoimentos do vídeo gravado pela jornalista norte-americana Katie Manning sobre os trabalhos da Childhood Brasil. Em março último, ela visitou o Recife, para gravar depoimentos de coordenadores e beneficiários do Projeto Inclusão Social com Capacitação Profissional de Jovens em Situação de Vulnerabilidade Social, desenvolvido no âmbito do Programa Pernambuco de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes – PPEVS, iniciativa da Childhood em parceria com o poder público, associações de turismo e empresas do trade turístico.

Katie conta que foi um privilégio entrevistar jovens no Brasil e conhecer um pouco das ações da Childhood Brasil para quebrar o ciclo de violência por meio da educação. Antes de ver os projetos da organização, ela pensava que já era consenso que o abuso e a violência sexual são errados.“A Childhood Brasil abriu meus olhos para o predomínio do problema em diferentes partes do Brasil, combinados com a falta de educação e de assistência”, afirma. “Os projetos lutam para mudar a realidade destes jovens determinados e motivados, em um trabalho que também alcança as famílias”, conta Katie. Continue lendo

Tags: , , , , ,
1.860 leitura(s) - [ leia mais ]
15
ago
2011

Doações: como contribuir para disseminar a causa

A arquiteta Márcia Julião, sócia-diretora do escritório de arquitetura Ricardo Julião, já era uma mulher realizada pessoal e profissionalmente, mas, como cidadã consciente de seu papel na sociedade, sentia que precisava fazer algo além. “Não podemos fechar os olhos para os problemas sociais, ainda mais para crimes como a violência sexual, que comprometem o desenvolvimento das nossas crianças e adolescentes.”

Há quatro anos, Márcia apoia os projetos da Childhood Brasil, tanto na pessoa física, como por meio da empresa. “O que mais me motiva é conhecer os resultados da instituição, mesmo que não esteja trabalhando diretamente na causa”, diz ela.

Certificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) pelo Ministério da Justiça, e Entidade Promotora dos Direitos Humanos, a Childhood Brasil é uma organização sem fins lucrativos que se mantém por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas. São pessoas como Márcia que fazem diferença ao contribuir com a Childhood, que, desde a sua fundação em 1999, investiu R$ 21 milhões em projetos e programas voltados para a proteção da infância contra o abuso e a exploração sexual, transformando milhares de vidas. Continue lendo

Tags: , , ,
3.197 leitura(s) - [ leia mais ]
12
ago
2011

Criança precisa ser ensinada sobre diferença entre afeto e abuso

Em junho deste ano, a Associação Brasileira dos Magistrados e Promotores (ABMP) e a Childhood Brasil, promoveram o I Colóquio sobre Direitos Sexuais de Crianças e Adolescentes no Marco dos Direitos Humanos, na PUC do Rio de Janeiro. O evento debateu autonomia, proteção e participação de crianças e adolescentes em relação aos seus direitos sexuais e reprodutivos para fomentar políticas públicas e gerar recomendações para a área jurídica.

A coordenadora dos projetos dos direitos da criança e do adolescente da Associação Brasileira de Magistrados, Promotores de Justiça e Defensores Públicos da Infância e da Juventude (ABMP), Maria América Ungaretti, defende que a discussão do direito sexual infantojuvenil é fundamental para o enfrentamento do abuso e da exploração sexual:

Quais foram os resultados deste evento e o que ainda precisa ser feito para caminhar nesta questão?

Houve ênfase muito grande para a questão dos direitos sexuais e reprodutivos de adolescentes e jovens e sobre a violência sexual, mas ninguém abordou, por exemplo, os direitos sexuais de crianças na primeira infância (até seis anos), porque temos ainda muita dificuldade em fazer esta diferença entre proteção e autonomia. Foi positivo, porque ousamos. A Childhood pode ser considerada pioneira porque aceitou a proposta inovadora da ABMP e queremos dar continuidade a essa discussão bastante embrionária e desafiadora. Continue lendo

Tags: , , , , ,
4.095 leitura(s) - [ leia mais ]
As ideias e opiniões expressas neste blog não refletem necessariamente a opinião da Childhood Brasil. Reservamos o direito de não publicar comentários de conteúdo discriminatório, que incitem qualquer tipo de violência, que não estejam relacionados ao tema foco do blog - proteção da infância contra o abuso e a exploração sexual, ou de caráter duvidoso.